Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

A plenitude da graça de Natal

A plenitude da graça de NatalA plenitude da graça de Natal

Adoração dos Reis Magos – Escola Flamenga, séc. XVII. Coleção Particular.

♦  Plinio Corrêa de Oliveira*

Nossos espíritos estão voltados para a celebração do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo e nossas almas se preparam para as alegrias desse dia, que descem do Céu e transcendem todas as dores terrenas. O Santo Natal é uma data de consolação interior. O que quer dizer Natal santo e Natal feliz? Qual a conjugação de significados entre “santo” e “feliz”?

Segundo o mundo, essas palavras se excluem. A santidade é o caminho da austeridade e renúncia, portanto o contrário do que o mundo entende por felicidade. Contudo, o verdadeiro católico sabe que o Natal é ocasião de graças inefáveis, alegrias interiores extraordinárias, acompanhadas de uma unção celeste que geralmente desce sobre os homens. E o motivo especial dessa alegria é tornar palpável que o Verbo de Deus se fez carne e habituou entre nós.

A alma humana fica como que transposta para outro nível, para uma clave superior de cogitações, em que nos desligamos das vicissitudes de todos os dias e nos tornamos capazes de perceber o sobrenatural. Sentimo-nos iluminados pelo sorriso de Nossa Senhora, por sua promessa de que, para além de todas as desventuras e de todas as alegrias desta vida, nos aguarda outra ordem de coisas, diante de um Deus infinitamente benigno, acessível, meticulosamente carinhoso, pronto a perdoar e a nos socorrer. Um Deus que, por vontade própria, se tornou obediente Àquela que é também a nossa Mãe.

Reis MagosCada um de nós pode pedir à Santa Mãe de Deus que aproxime o Menino Jesus de nossa alma, fazendo-nos sentir toda a plenitude da graça do Santo Natal e nos dê força de alma para suportar em paz as dificuldades.

Santa Teresinha do Menino Jesus dizia que Nosso Senhor pode nos deixar em dificuldades a fim de recolher méritos para socorrer algumas almas mais fracas. Assim, devemos aceitar as dificuldades de bom grado, oferecê-las com alegria ao Menino Jesus como um presente de Natal.

Quando se comemora o momento augusto em que Nosso Senhor Jesus Cristo deixou o claustro magnífico da beatíssima Virgem Maria, em que os anjos apareceram, os pastores acordaram, a estrela brilhou, São José se extasiou, a natureza toda se revigorou, devemos pedir a Nossa Senhora que abra para cada um de nós uma torrente de graças, nos dê forças para enfrentar as grandes lutas do próximo ano, e que ele seja um ano de grandes misericórdias e conversões. Assim Ela fará por nós incomparavelmente mais do que estamos fazendo por Ela, abrirá as vastidões de nossos caminhos, expulsará os demônios, preparará as almas para o anúncio do advento de seu Reinado na Terra.

____________

(*) Excertos de uma mensagem de Natal, gravada por Plinio Corrêa de Oliveira em 21-12-91. Esta transcrição não passou pela revisão do autor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *