Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Ao novo governo: oportuno conselho de um intelectual católico

Bolsonaro presidente

♦  Fernando Oliveira Diniz

“Francamente, ou o Governo começa por exercer energia contra os chefes comunistas endinheirados ou então ele deve desistir de qualquer obra saneadora. […]

Dentre os agitadores comunistas, os mais culpados e mais perigosos são os plutocratas e os altos burocratas.

O que dizer-se de um homem que, colocado pela Providencia no pináculo da organização social, armado de prestígio, de influência, de cultura para amparar as classes menos favorecidas e proteger as instituições e a sociedade, investe contra a Igreja de que deveria ser ao mesmo tempo filho e defensor; contra a Pátria, de que deveria ser firmíssimo protetor; contra a civilização, a cuja guarda foi colocado pelo próprio Deus? Se vier de cima o exemplo da indisciplina, da revolta, do crime, o que se dirá do pobre operariado?

Que juízo merece um professor público, munido pela Providência de inteligência e preparo para ser um luzeiro das gerações novas, e que se serve das armas que Deus lhe deu para guiar para o crime, para a anarquia, para a depravação completa e inexorável aquelas almas preciosas pelas quais deveria zelar como por tesouros inestimáveis?”

Este é o oportuno conselho dado por um grande líder e intelectual católico, o qual, nessa lista, omitiu o papel devastador dos maus eclesiásticos que hoje ocupam até mesmo os supremos degraus da Hierarquia eclesiástica.

Essa omissão se explica inteiramente: observação acima foi formulada há exatos 83 anos, numa época em que nem se cogitava em Concílio Vaticano II, nem em “Teologia da Libertação”, nem em infiltração da mentalidade comunista e anarquista nos meios católicos.

Quem formulou esse pensamento de tal clarividência? Plinio Corrêa de Oliveira, que na ocasião tinha apenas 27 anos, e cujas palavras se aplicam inteiramente ao Brasil de hoje, e que pode ser aproveitado pelo novo governo que está por tomar as rédeas da nação.

Onde foi publicado? No semanário “O Legionário” de 22-12-1935, então órgão oficioso da Arquidiocese de São Paulo. A íntegra do artigo, que tem como título Ratos e ídolos, está disponível no endereço:

https://www.pliniocorreadeoliveira.info/LEG351222_Ratoseidolos.htm.

3 comentários para Ao novo governo: oportuno conselho de um intelectual católico

  1. José Antonio Rocha Responder

    1 de dezembro de 2018 à 8:50

    Amém. Desejo, para o bem da Família Natural Cristã e Católica, que este novo governo nunca se esqueça de que: Deus é mais forte que todo o mal. Jesus Cristo venceu o mundo, a morte é o pecado. O coração imaculado da Virgem Maria triunfará. Amém.

  2. Luiz Guilherme Winther de Castro Responder

    1 de dezembro de 2018 à 14:15

    Como combater os comunistas quando sabemos que eles não são poucos, a sociedade em geral e as universidades estão repletas deles? Como combater religiosos comunistas quando deturpam, distorcem os ensinamentos de Jesus Cristo e dos apóstolos e, por incrível que pareça, a Santa Madre Igreja Católica Apostólica Romana, no Brasil, chega a ter uma “ala esquerda” dentro dela e atuando nos seus templos e mesmo fora deles?
    Assim como o artigo em pauta sugere que o governo aja com energia contra os comunistas, assim também a nossa Igreja deverá agir com a mesma energia contra os religiosos “vermelhos”, enquadrando-os ou expulsando-os, se necessário for, das lides do ofício.
    Mesmo havendo número menor de vocações, o que importa é a qualidade de religiosos e integrados com a verdadeira Igreja de Cristo. Leigos cultos, bem intencionados e convergentes com a doutrina católica poderão suprir a falta de religiosos em muitas atividades, como já acontece hoje.

  3. Jose Pedro Naisser Responder

    5 de dezembro de 2018 à 14:08

    Amigos do Grupo e do Site.

    Parabens aos que postaram o artigo, tambem a resposta do Luiz Guilherme, tudo verdade, enfim foram 13 anos de massante ideologia colocados nos Profesores, desde o Ensino Fundamental, pior ainda é o que acontece nas Universidades, isso levará decadas para retirar esse cancer do ideologismo, lamentavelmente os Professores foram locupetados para o suposto comunismo, na verdade o que eles queriam mesmo éra o poder por 50 anos como bem disse o jose dirceu e o lula no foro de sao paulo.

    A Unica saida é a colocaçao em Pratica de um Novo Projeto nos Curriculons Escolares, que a Unesco, aceita na Transversalidade, como a Escola da Vida, onde deverao ser colocados o pensamento de Edgar Morin, com a Reeligaçao dos Saberes, só assim poderemos mudar a historia.

    Quem viver verá.

    JOSE PEDRO NAISSER.
    ECOLOGISTA.
    CURITIBA.PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *