Ó Arte, quantos crimes se cometem em teu nome!

Ó Arte, quantos crimes se cometem em teu nome!

H.L. Venturi Madame Roland entregara sua alma à Revolução, cujos reveses a conduziram à guilhotina. Pouco antes do suplício, ela exclamou: “Ó Liberdade, quantos crimes se cometem em teu nome!”. Expressava assim a mentalidade da Gironda, que ela encarnava. Era novembro de 1793, quando a Revolução Francesa desvairada se empenhava em exterminar a nobreza e […]

Era uma vez…

Era uma vez…

♦  Francisco Machado Narraremos neste artigo a história de Andy Mooney [foto], menino escocês que cresceu em uma moradia social na pequena cidade de Whitburn, entre Glasgow e Edimburgo (Escócia). Filho de um minerador, ele deixou a escola aos 16 anos para trabalhar e ajudar no sustento da família. Muitos anos se passaram quando certo […]

Distinção, pompa e religiosidade

Distinção, pompa e religiosidade

Contraste entre a mentalidade da igreja cismática russa e a mentalidade autenticamente católica ♦  Plinio Corrêa de Oliveira Neste retrato vemos o tzar da Rússia Nicolau II e a tzarina Alexandra, que depois foram cruelmente executados juntamente com seus filhos, pelos comunistas, na madrugada de 17 de julho de 1918. Embora captado no século XX, […]

Gravidade com ornato

Gravidade com ornato

♦  Plinio Corrêa de Oliveira Qualifico de fabulosa esta capela do castelo de Karlstein, próximo à cidade de Praga, construído em 1348 por Carlos IV, Imperador do Sacro Império Romano Alemão e Rei da antiga Boêmia. É de um gênero que aprecio muito, com aparência de capela, recinto de uso social e também sala de […]

Castelo de Sant’Angelo

Castelo de Sant’Angelo

Escabelo para os pés do Arcanjo São Miguel ♦  Plinio Corrêa de Oliveira Nesta ilustração vemos o rio Tibre em Roma, com a ponte que conduz ao castelo de Sant’Angelo. Ao longo dessa ponte monumental, construída para resistir aos séculos, percebem-se imagens de anjos. Os fiéis que transpõem lentamente a ponte, rezando diante dessas imagens […]

A Índia e seu povo sonhador

A Índia e seu povo sonhador

♦  Plinio Corrêa de Oliveira Da Índia tradicional temos uma amostra nesse templo todo dourado e meio posto dentro d’água. Indica bem um dos aspetos mais atraentes dos indianos, que são um povo sonhador. Não no sentido de quem sonha com coisas vãs e irrealizáveis. É um sonhador que possui alma grande e aspira por […]

O bem-te-vi e a inocente alegria de viver

O bem-te-vi e a inocente alegria de viver

♦  Plinio Corrêa de Oliveira O canto singelo de uma avezinha inspirou a aplicar-lhe o nome de bem-te-vi. Ele pode se manter isolado no topo de uma árvore, como se fosse um detetive tentando resolver um mistério. Dá a impressão de não estar procurando nada, mas de repente brada sua vitória: Bem-te-vi! Bem-te-vi! Quando os […]

Função da beleza dos edifícios sacros na atração da juventude

Função da beleza dos edifícios sacros na atração da juventude

♦  Plinio Maria Solimeo          Depois do Vaticano II, utilizou-se cada vez mais a chamada “arte moderna” para a construção dos templos religiosos. Na maioria dos casos, esses templos não têm mais a aparência de igreja e, se não tivessem uma cruz em cima, passariam por simples galpões para qualquer utilidade, sobressaindo-se por sua feiura […]