Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Campanha contra a ampliação do aborto no Brasil

Dom Bertrand, Príncipe Imperial do Brasil, entregando as 41.663 assinaturas válidas até agora obtidas

Instituto Plinio Corrêa de Oliveira

No dia 6 de dezembro p.p., uma comissão de voluntários do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, tendo à frente o Príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança, realizou a entrega das 41.663 assinaturas válidas até agora obtidas pela entidade contra a ampliação legal do aborto no Brasil.

Os vários cadernos contendo as assinaturas — recolhidas pela Caravana Cruzada pela Família e também por meio eletrônico — foram entregues ao Deputado Evandro Gussi (PV/SP) [foto], em seu gabinete de Corregedor da Câmara dos Deputados.

O abaixo-assinado foi protocolado em momento bastante oportuno: está em tramitação a PEC 181/2015, que em substitutivo já aprovado em comissão especial (vide https://ipco.org.br/comissao-aprova-proposta-contra-aborto/#.WkVl49-nHIU ), pretende incluir na Constituição Federal a proteção da vida desde a concepção.

E se insere numa tendência mundial de iniciativas contra o aborto: se até aqui as ações se restringiam a barrar avanços dos movimentos abortistas, agora começam a proliferar propostas de retrocesso e mesmo de eliminação total das possibilidades legais de aborto provocado.

A cultura do aborto, consolidada pelas legislações que a ela se abriram, vem mostrando sua profunda conexão com as outras frentes de ataque à instituição da família. Assim, muitas pessoas que antes a consideravam de modo displicente, passaram a perceber todo o seu alcance, e a rejeitá-la com vigor.

O Instituto Plinio Corrêa de Oliveira ufana-se de ocupar, ao lado de outros movimentos aguerridos, a linha de frente na defesa da família como Deus a constitui, e do direito sagrado à vida, contra o aborto.

2 comentários para Campanha contra a ampliação do aborto no Brasil

  1. José Antonio Rocha Responder

    15 de janeiro de 2018 à 12:37

    Deus é mais forte que todo o mal. Amém.

  2. Costa Marques Responder

    15 de janeiro de 2018 à 12:52

    Oportuna iniciativa do Instituto Plinio Correa de Oliveira de promover esse abaixo assinado no Brasil. A propaganda do aborto está em conexão com outras formas de degenerescencia da sociedade. É de se lamentar que a CNBB não promova a nivel nacional, diocesano e paroquial um esclarecimento sobre a verdadeira razão de ser do homem sobre a Terra. Há na raiz do aborto um profundo hedonismo e egoísmo por onde Deus e Santa Fé Católica nao são tomados em consideração. Paganismo moderno, se diria numa linguagem mais direta. Entao, é preciso ìr à raiz do problema. Onde está a CNBB? CostaMarques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *