China: alimentos intoxicados causam pânico mundial


O leite em pó chinês adulterado gerou pânico internacional. Dezenas de fábricas foram flagradas, segundo o “New York Times”. Elas misturavam melamina — substância química usada para plásticos, colas, resinas e fertilizantes — para simular alto conteúdo protéico. Resultado: mais de 53.000 bebês foram diagnosticados com cálculos renais, algo raríssimo em crianças com essa idade. 13.000 foram hospitalizados, sendo 104 em estado grave, e alguns morreram. Nas lojas ocidentais, o tóxico foi detectado em guloseimas, bolachas, sorvetes e iogurtes feitos com o leite em pó venenoso, por multinacionais como a Nestlé e a Cadbury. Dezenas de países proibiram lácteos e derivados de origem chinesa. O lúgubre sonho maoísta da “China super-potência” mostra sua face nessa tragédia: dezenas de milhares de vítimas inocentes atingidas em todo o mundo.
(Agência Boa Imprensa – ABIM)