China “pirateia” primeiro avião comercial médio

A China reapresentou seu avião comercial de alcance médio, que ela afirma ser o único projetado e fabricado no país. As principais peças do Comac C919 são importadas: o trem de pouso é alemão, os motores são franco-americanos, e o interior é austríaco. Segundo CrowdStrike, empresa de segurança, o Ministério de Segurança chinês roubou tecnologia e subornou funcionários ocidentais. Os chineses visam atender as companhias de baixo custo, como RyanAir, comprimindo mais passageiros pela metade do custo cobrado pelos concorrentes Boeing e Airbus. A avidez pela hegemonia mundial leva Pequim a impor resultados com produtos suspeitamente baratos.