Crescente renúncia dos chineses ao Partido Comunista

Agencia Boa ImprensaUm número cada vez maior de chineses está renunciando ao Partido Comunista e às organizações a ele filiadas. Em curso desde 2004, essa campanha de renúncia já levou mais de 176 milhões de pessoas a abandonar o Partido. Até há pouco, muitos usavam pseudônimos na hora de renunciar, temendo retaliações. Porém, esse medo está se esvaindo: voluntários do “Centro Global de Serviços de Renúncia ao Partido” receberam muitas ligações de ex-membros do PC pedindo que suas renúncias fossem anunciadas publicamente e usando seus nomes verdadeiros. “De fato, requer uma tremenda coragem”, disse um voluntário do Centro. A perseguição religiosa na China é uma das motivações mais mencionadas pelos chineses que repudiam o odiento socialismo de Estado.