Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Ditadura chinesa persegue bispo fiel por uso de anel e barrete

Zhouzi, Dom Wu QinjingO Bispo de Zhouzi, Dom Wu Qinjing, foi sagrado com a aprovação da Santa Sé, mas não foi reconhecido pela Associação Patriótica Chinesa — uma espécie de igreja cismática criada pelo governo comunista e que recusa a autoridade do Papa. Agora, em ato público na catedral de sua diocese, o bispo desafiou as autoridades anticristãs ao usar o barrete e o anel, aos quais tem direito como sucessor dos Apóstolos. O comunismo percebe o bom efeito que os símbolos episcopais tradicionais produzem nos fieis e os proíbe em lugares públicos. A punição pode levar à prisão legal ou “negra”. Dom Wu inaugurou uma nova cruz na catedral de Zhouzhi, outro símbolo que enfurece o regime de Pequim.

1 comentário para Ditadura chinesa persegue bispo fiel por uso de anel e barrete

  1. Fernando Lopes de Almeida Soares Responder

    16 de setembro de 2015 à 3:35

    *

    Segue odiada a limpa
    nobreza cristã dos sangues
    de mouro e judeu?

    *

    Rabinos, qual índios,
    apenas bebês saudáveis
    vindo à luz respeitam?

    Fecundado óvulo
    é humano ser com sagrado
    direito à vida, uai?

    *

    Vê João Figueiredo,
    o então chefe do SNI,
    palestina arruaça.

    “Não prende e arrebenta
    o Mossad a esse aí, por quê?
    – Melhor mouro agente”.

    *

    Feito a pedra instável
    de Sísifo, em clãs semitas,
    paz inalcançavel?

    Rubra estrela aponta
    aos semíticos turrões
    presépio em Belém?

    À prole da escrava
    de Abraão aceitam jamais
    soberbos rabinos?

    – FLASh

Deixe uma resposta para Fernando Lopes de Almeida Soares Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *