Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Em Paris, campanha pela restauração autêntica da Catedral de Notre Dame

  • Oscar Vidal

Em campanha de grande estilo, nos pontos centrais mais movimentados de Paris, a Société Française pour la Défense de la Tradition, Famille et Propriété (TFP francesa) se lançou a partir do dia 2 de maio em defesa da catedral de Notre Dame, para que esta verdadeira joia da arte gótica medieval seja integralmente restaurada, sem qualquer concessão à arte dita moderna ou contemporânea.

Os estandartes com o leão rompante dourado e as capas rubras de que se revestem os voluntários da TFP têm atraído a atenção dos parisienses e de incontáveis turistas de todo o mundo. O leitmotiv da campanha é Notre Dame à l’identique (Notre Dame como ela era), e tem como objetivo a catedral ser restaurada tal qual era antes do incêndio do dia 15 de abril. Para este efeito a TFP promove um abaixo assinado a ser entregue ao Presidente Emmanuel Macron e ao Ministro da Cultura, Franck Riester.

         Macron se havia declarado favorável a um “gesto arquitetônico contemporâneo” na reconstrução que, segundo ele, será concluída em cinco anos. Como se sabe, o governo francês conta com muitos membros adeptos da revolução cultural socialista, ateia e imoral, e lançou um concurso internacional de projetos para a reconstrução do telhado e da “flecha” (a torre esguia e elegante, obra do arquiteto Viollet-le-Duc), ambos destruídos pelo catastrófico incêndio.

Na carta aos mencionados dignitários, a TFP francesa relembra a comoção produzida pelo trágico incêndio e a queda da “flecha”, levando os franceses a se empenharem a fundo na restauração plena da catedral. A mesma missiva trata do estupor que têm causado notícias de projetos “futurísticos” — horríveis, extravagantes, e até bizarros — de arquitetos propondo uma modernização daquela que é considerada a rainha das catedrais. Tais projetos desfigurariam o monumento, e seria uma verdadeira conspurcação da identidade católica da França.

A TFP francesa declarou: “Notre Dame é um lugar sagrado, que pertence a Deus e à História, e não pode se transformar num joguete nas mãos de arquitetos ávidos de ganhar fama, e que desprezam a nossa identidade”. E um dos slogans da campanha afirma: “Notre Dame de Paris é uma obra-prima artística, cuja harmonia deve ser preservada. A única solução digna desta joia medieval é a sua restauração tal qual era antes do incêndio. Para que serve uma competição internacional? Os arquitetos e artesãos da França são os mais competentes para a restauração de nossa herança!”.

         Ao ouvir esse brado, um transeunte exclamou: “Notre Dame de Paris é um lugar sagrado, que pertence a Deus e à História”. Uma turista americana concorda: “Amo a catedral, e penso ser ridículo modernizá-la. Não sei se posso assinar a petição, porque não sou francesa, mas desejo que saibam que milhões de americanos sentem o mesmo”.

         Convidamos os leitores de Catolicismo a se unirem a essa campanha da TFP francesa, a qual conta no Brasil com o apoio do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira. Para participar, basta acessar o link abaixo.* Não deixe de assinar a petição para Notre Dame não ser modernizada, e colabore assim para evitar o que equivaleria a destruí-la novamente ou condená-la à morte definitiva. A catedral de Paris não é apenas símbolo para os franceses, ela é a catedral das catedrais, símbolo para os católicos do mundo inteiro, uma glória da Cristandade.

______________

* https://campanhas.ipco.org.br/peticao-ao-presidente-da-republica-francesa-e-ao-seu-ministro-da-cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *