Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Flores no Santo Sudário só poderiam colher em Jerusalém

Nos anos 2005-2007, na tela dos computadores de especialistas que transformavam imagens em duas dimensões do Santo Sudário [foto] numa outra de três dimensões apareciam áreas escuras, ou “buracos”. O Dr. Avinoam Danin, professor de Botânica da Universidade Hebraica de Jerusalém, concluiu que na fronte, e entre o cabelo e o rosto do “Homem do Sudário” foi disposto um “tapete quase continuado de flores”. Ele identificou as espécies e até depositou flores muito frescas nos “buracos” e a coincidência foi impressionante. O botânico também concluiu que “três plantas analisadas só podem ter sido colhidas e colocadas no Sudário num único lugar do mundo, que é a área entre Jerusalém e o Hebron”. E acrescentou que as plantas identificadas no Sudário só florescem entre março e abril — época em que se deu a Crucifixão de Nosso Senhor Jesus Cristo (que ocorreu no dia 7 de abril). Está é mais uma comprovação da autenticidade do tecido que recobriu o rosto e o corpo do Redentor da humanidade.
___________
Agência Boa Imprensa (ABIM)

1 comentário para Flores no Santo Sudário só poderiam colher em Jerusalém

  1. Anonymous Responder

    18 de janeiro de 2013 à 23:08

    Impressionante a descoberta dessas flores no Santo Sudario de Nosso
    Senhor. Quanto mais se pesquisa, mais se comprova sua autenticidade.
    Maravilhosa reportagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *