Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Fogo na casa de Deus!

Paulo Roberto Campos

Neste dia 28 de abril, festividade de São Luís Maria Grignion de Montfort (1673-1716) — grande missionário francês, o doutor marial por excelência que explicitou magnificamente a doutrina sobre a Sagrada Escravidão a Nossa Senhora —, rezando a “Oração Abrasada” de repente fui assaltado pela lembrança do fogo devorador de Notre Dame de Paris.

E, na mesma oração composta por São Luís Grignion (no trecho que abaixo transcrevo) é impossível não nos recordarmos de um outro “incêndio”, denominado “auto-demolição”, que vem se alastrando dentro da Santa Igreja: “a fumaça de Satanás no templo de Deus”… E, novamente, ser assaltado pela imagem do incêndio que atingiu o coração da Cristandade.  

Ainda não se tem certeza se o incêndio em Notre Dame foi acidental ou criminoso, mas alguns líderes muçulmanos comemoram a desfiguração de Notre Dame. Por exemplo, os jihadistas do “Estado Islâmico” celebraram o incêndio da Catedral. O portal Site (que monitora atividades extremistas na internet) publicou que eles “se divertiram” com a tragédia e a classificaram como sendo “um golpe no coração dos líderes cruzados”. (Cfr. “VEJA”, 24-4-19).

Aqui seguem os trechos da parte final da “Oração abrasada”, que se encontra nas últimas páginas do célebre e extraordinário “Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem”:

“E nós, grande Deus! embora haja tanta glória e tanto lucro, tanta doçura e vantagem em servir-vos, quase ninguém tomará vosso partido? Quase nenhum soldado se alistará em vossas fileiras? Quase nenhum São Miguel clamará, no meio de seus irmãos, cheio de zelo pela vossa glória: Quis ut Deus?

Ah! permiti que brade por toda parte: Fogo! fogo! fogo! socorro! socorro! socorro! Fogo na casa de Deus! fogo nas almas! fogo até no santuário! Socorro, que assassinam nosso irmão! socorro, que degolam nossos filhos! socorro, que apunhalam nosso bom Pai!

Si quis est Domini, iungatur mihi. Venham todos os bons sacerdotes que estão espalhados pelo mundo cristão, os que estão atualmente na peleja, e os que se retiraram do combate para se embrenharem pelos desertos e ermos, venham todos esses bons sacerdotes e se unam a nós. Vis unita fit fortior, para que formemos, sob o estandarte da cruz, um exército em boa ordem de batalha e bem disciplinado, para de concerto atacar os inimigos de Deus que já tocaram a rebate: Sonuerunt, frenduerunt, fremuerunt, multiplicati sunt. Dirumpamus vincula eorum et projiciamus a nobis jugum ipsorum. Qui habitat in caelis irridebit eos. Exsurgat Deus, et dissipentur inimici ejus. Exsurge, Domine, quare abdormis? Exsurge.

Erguei-vos, Senhor: por que pareceis dormir? Erguei-vos em todo o vosso poder, em toda a vossa misericórdia e justiça, para formar-vos uma companhia seleta de guardas que velem a vossa casa, defendam vossa glória e salvem tantas almas que custam todo o vosso sangue, para que só haja um aprisco e um pastor, e que todos vos rendam glória em vosso santo templo: Et in templo ejus omnes dicent gloriam. Amém.

1 comentário para Fogo na casa de Deus!

  1. Costa Marques Responder

    28 de abril de 2019 à 14:41

    Oportuno comentário aproximando as palavras de São Luiz Grignion e o incêndio de Notre Dame. Aliás, incêndio cujas causas permanecem ignoradas …
    Seja o santo francês o grande apoio e incentivo para uma restauração da “Filha Primogênita da Igreja”. Costa Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *