Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Incoerência radical: aborto e “direitos” dos animais

Na Suíça, que legalizou o aborto, os seres humanos não nascidos valem menos que plantas e animais, segundo o site LifeSiteNews. O Comitê de Ética Federal suíço promove agora a “dignidade” das plantas, e o Parlamento legislou sobre direitos dos cachorros, cujos donos terão que fazer um curso teórico e prático de “cuidados caninos”. Os pescadores deverão fazer uma “pesca humana”, para não “afetar” tanto os peixes. Outro regulamento protegerá os rebanhos dos “maus tratos” de seus proprietários. Em sentido contrário, foi exemplar a decisão unânime do Congresso de El Salvador, de assinar a declaração “Sim à vida”, que condena o aborto como “crime abominável”. 108 dos 118 legisladores de Honduras assinaram análogo documento. (Agência Boa Imprensa – ABIM)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *