Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

INFORMATIVO RURAL

Revista Catolicismo, nº 782, Fevereiro/2016

Informativo Rural

Agricultura dobra exportação de soja e milho em seis anos

Apesar do governo e da crise generalizada, o volume de milho e da soja (grão e farelo) exportados pelo Brasil atingiu 98,07 milhões de toneladas, conforme balanço de 2015 divulgado pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex). As exportações das principais commodities da agricultura subiram, portanto, mais um degrau na escalada que vem garantindo lastro ao crescimento contínuo da produção nacional. Espera-se que para 2016 tal cifra ultrapasse a barreira dos 100 milhões de toneladas, seis anos depois de ter rompido a casa de 50 milhões. (Cfr. AgroGP)

 

Retomada das exportações de cacau

Informativo Rural

Depois de 26 anos, o sul da Bahia volta a embarcar amêndoas de cacau para a Europa. O ano de 2015 fará menção especial à história da cacauicultura da Bahia, maior estado produtor da fruta. A partir de meados do ano findo, a região retomou sua participação no mercado mundial, do qual estava afastada havia mais de 20 anos em decorrência da praga vassoura-de-bruxa nas lavouras da fruta. Como consta, tal praga foi levada de Rondônia para a Bahia por membros do PT local, a fim de destruir a “elite baiana” do cacau!

Esse é o resultado de uma intensa luta contra a doença vassoura-de-bruxa, que devastou as plantações de cacau em fins dos anos de 1980. Deste então, a Ceplac coordenou uma série de ações, com o apoio de instituições de pesquisa e de assistência técnica, para combater a praga, diz Edmir Ferraz, diretor substituto da Ceplac. (Cfr. MAPA)

 

Produtividade da pecuária aumentou 70%

Retomada das exportações de cacau

Os produtores rurais de Mato Grosso aumentaram em 68,8% a produtividade da pecuária na última década, de 2,15 @/ha/ano em 2004 para 3,63 @/ha/ano em 2014. Os dados são do estudo Panorama Pecuária de Mato Grosso, no âmbito do projeto Acrimat em Ação 2015, realizado no primeiro semestre através de parceria entre a Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) e o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

 “O perfil do boi abatido mudou na última década. A precocidade e os investimentos em suplementação denotam adesão às novas tecnologias e atenção aos nichos de mercado — como é o caso do novilho precoce”, afirma Olmir Cividini, superintendente da Acrimat. (Cfr. site codigoflorestal.com).

 

 

2 comentários para INFORMATIVO RURAL

  1. Marcos Costa Responder

    24 de Fevereiro de 2016 à 11:19

    Pelo menos estamos vendo na agricultura um pilar do nosso Brasil.
    Se o governo do PT tivesse um minimo de justiça (justiça social de que falam ????) declararia o setor agropecuario como sustentáculo do Brasil.
    E aproveitava para pôr o Stedile e seus capangas na cadeia pq estão destruindo o alicerce do Brasil.
    Mas parece que é o contrario: dos impostos cobrados à agropecuária saem os polpudas verbas para sustentar os invasores rurais.
    CostaMarques

  2. MARIO HECKSHER Responder

    24 de Fevereiro de 2016 à 12:40

    A agropecuária brasileira tem evitado que o Brasil entre em colapso e que falte comida em nossas mesas. Ressalto o papel fundamental da EMBRAPA, aliás, criada durante os famigerados “governos militares”, tempo que havia visão de futuro e planejamento estratégico em nosso país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *