Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Medalha de Prata

Revista Catolicismo, Nº 776, agosto/2015

canastraUm queijo de Minas Gerais foi premiado na França, país conhecido mundialmente pelos seus excelentes queijos. Nosso produto é da Serra da Canastra, onde nasce o legendário Rio São Francisco, e recebeu nada menos que a Medalha de Prata, em concurso com mais de 600 concorrentes naquele país europeu.

Segundo matéria recentemente estampada no Blog GPS do Agronegócio, Minas Gerais se consolida cada dia mais no roteiro mundial não apenas do turismo, mas também da gastronomia.

A categoria vencida pelo queijo mineiro na Mondial du Fromage de Tours foi a de massa prensada não cozida, ou seja, de leite cru de vaca. O produtor medalhista, Guilherme Ferreira [foto], comemorou a conquista e disse que o prêmio veio em boa hora, pois se trata de um reconhecimento histórico. Ele mesmo não imaginava que o seu produto pudesse chegar a essa consideração na França.

Ele acredita que tal recompensa incentivará muitos outros produtores, não apenas da região da Serra da Canastra, mas de toda Minas Gerais, a se esforçarem em aprimorar as respectivas produções, sempre se pautando pelas regras estabelecidas. Só assim eles poderão vender para o Brasil inteiro, e por que não também para o exterior? O produtor atribui o seu sucesso ao resgate que fez do gado Caracu e ao tipo de solo de sua fazenda, rico em minerais e água pura.

A competição na qual seu queijo saiu premiado organizou os queijos em pratos, os quais foram identificados apenas por um número, sem informar a origem. Na verdade, o queijo premiado foi levado juntamente com outros sete tipos fabricados no Brasil, escolhidos para a referida competição.guilherme ferreira serra da canastra

3 comentários para Medalha de Prata

  1. Maria Olivia Fumis Responder

    3 de agosto de 2015 à 9:28

    Mostramos pro mundo que somos bons em fazer queijo. Que bom!

    No próximo dia 6, vamos mostrar que somos bons, também, em fazer “panelaço”. E no dia 16, vamos mostrar que somos bons, também, em
    fazer a maior gritaria, no meio da rua, contra os vendilhões da
    pátria que estão acabando com o Brasil! ‘Bóra, gente do Bem!

  2. Mario Hecksher Responder

    3 de agosto de 2015 à 11:14

    Excelente! Precisamos valorizar os nossos produtos. O êxito obtido por Guilherme Ferreira deveria ser divulgado a todos os brasileiros, principalmente aos que estão desanimados com a situação que vivemos.
    BRASIL ACIMA DE TUDO!

  3. Francisco Jose Saidl Responder

    3 de agosto de 2015 à 23:11

    Vamos valorizar o que é nosso. Eu servi aqui na capital americana um queijo Minas para alguns jovens amigos franceses. Eles apreciaram e elogiaram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *