Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Nazismo é fenômeno de esquerda — II

Afinidades ideológicas entre a doutrina nazista e a comunista. A mídia esquerdista vem se revelando cega para a verdade histórica.

Marcos Machado

A reação desarrazoada, intempestiva e ácida da mídia de esquerda — e sua rede auxiliar de pseudos centristas — à declaração do chanceler Ernesto Araújo de que o nazismo e o fascismo são resultados de fenômenos de esquerda, bem como a posterior confirmação feita pelo presidente Bolsonaro em sua viagem a Israel, tornaram candente o tema.

Afinal, o nazismo foi um movimento de direita ou de esquerda? Tentativas frustras de refutação às afirmações do chanceler por “DeustcheWelle”, “BBC Brasil”, e outros periódicos como a “Folha de S. Paulo” e o “Estado de S. Paulo”,revelam uma pobreza de argumentos, repetição de chavões, além de utilizarem um molejo férreo para uma lógica simplista.

Ancorando-nos em 2.396 artigos publicados pelo jornal “O Legionário”, bem como na confirmação da previsão do Prof. Plinio Corrêa de Oliveira, por ocasião do Pacto Ribbentrop-Molotov, em agosto de 1939, mostramos em recente artigo as afinidades entre o nazifascismo e o comunismo.*

Hoje vou procurar ser mais sintético. O quadro abaixo — emprestado de uma publicação da TFP uruguaia — demonstra claramente a afinidade doutrinária entre ambos.**

          Obedecem a ideólogos comuns: Marx e Hegel           Ambos têm uma doutrina ateia     ____________________   Ambos têm uma doutrina dialética   ___________________     Ambos têm uma doutrina evolucionista     ___________________       Ambos têm uma doutrina revolucionária     NAZI-FASCISMO
  “O movimento nacional-socialista tem um só mestre: o marxismo”. Goebbels1 Mussolini se comprazia em afirmar que Marx é o seu pai espiritual.3 Croce e Gentile, mentores ideológicos do Fascismo, se remontam a Hegel na elaboração da doutrina fascista.     _______________________________     “Não queremos outro Deus senão a Alemanha”. Hitler.4      _______________________________   “A luta (dialética) está na origem de todas as coisas, porque a vida está cheia de contrastes” Mussolini.6    ______________________________   “Sabemos que não há estado definitivo, que não há nada durável, que só há uma evolução perpétua”. Rauschining.8          _____________________________       “O programa de uma concepção do mundo tem o sentido de uma declaração de guerra contra uma ordem de coisas existentes, contra um estado de coisas existentes, em uma palavra, contra a estrutura do mundo atualmente existente”. Hitler.9
COMUNISMO  
“Nós somos comunistas, discípulos de Marx e Engels”.2 A filiação marxista do comunismo é evidente, não precisa demonstração. Marx, por sua parte, serviu-se da dialética de Hegel.     ________________________     “Deus é o inimigo pessoal da sociedade comunista”. Lenine.5      ______________________   “A lei da contradição, que é inerente às coisas, aos fenômenos é a lei fundamental da dialética materialista”. Mao TséTung.7 ________________________   “Não há nada de definitivo, absoluto, sagrado. Só existe o processo ininterrupto do futuro e do transitório”. Engels   __________________________       Tudo que existe deve morrer. Engels    
  1. “Kampf um Berlin”, Goebbels, pg 19.
  2. M. Thorez, Discurso del 28/10/1937 Ed. Comité Popular de Propaganda.
  3. “Mussolini y el Fascismo”, Ed. “Que sais je?” pg 31 ed em espanhol.
  4. “BayrischerKurier, 25 maio de 1923.
  5. Carta a Gorki (dezembro de 1913). “Le Marxisme-Léninisme”, J. Ousset, pg 132.
  6. Discursos ao Politeama Rosetti de Triste, 20.9.1920. “Le Fascisme”, Mussolini, Ed. Denoel et Steele, Paris.
  7. “A propósito de lacontradicción”, Mao TséTung.
  8. “Hitler me ha dicho”, Rauschning, (1937).
  9. “MeinKampf”, Hitler, pg 508.

*   *   *

Não se encerra aqui a nossa artilharia de argumentos: reservamos para outra ocasião publicar as analogias de métodos, de concepção sobre propriedade e família, de culto à violência — nazismo e comunismo são na realidade o “verso e reverso da mesma medalha”.

Por que razão a mídia e o “politicamente correto” estão tão incomodados? Provado que o nazismo não é direita surge a pergunta: o que é então, a direita?

Isso fica para outra ocasião.

_________________

(*)http://www.abim.inf.br/nazismo-e-comunismo-verso-e-reverso-da-mesma-medalha/#.XK1FgJhKiUk

(**) Diálogo directo de la TFP com la juventud, nº 1 – Sociedad Uruguaya de Defensa de laTradición, Familia y Propiedad.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *