O lado obscuro das energias alternativas

A China se arvora em líder da revolução das ‘energias limpas’. Mas na realidade se desinteressa da poluição, e vem batendo recordes de contaminação como em Baotou [fotos] — a Silicon Valley das “terras raras”. Linfen é a cidade mais poluída do mundo.

Ela está rodeada de minas responsáveis por buracos gigantescos, lagos putrefatos e cidades geradoras de câncer, as quais são ignoradas pela mídia — a mesma mídia que se levanta de modo radical contra as fontes de energia utilizadas no Ocidente.

É impossível aproximar-se das referidas minas, e os guardas expulsam os jornalistas e destroem suas câmeras. Mas a ONU, o Vaticano e a grande mídia incensam o ditador marxista Xi Jinping como salvador do clima planetário.

O jornalista francês Guillaume Pitron, especializado no “comunismo verde” de Pequim, constata que o mundo “se jogou na fauce do dragão chinês”.