Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

O Papa atenderá à súplica?

Gregório Vivanco Lopes

Filial Suplica

Uma súplica ao Papa Francisco, em forma de abaixo-assinado, vai aumentando rapidamente em número de aderentes.

Esse crescimento dos que se apressam a assinar é sinal evidente de que a súplica interpreta uma espécie de ansiedade e mesmo angústia de inúmeros brasileiros (e não só brasileiros!), diante de certos fatos preocupantes que vêm ocorrendo ultimamente em Roma.

No último Sínodo Extraordinário dos Bispos [foto], realizado no Vaticano em outubro do ano passado, parece ter-se produzido uma fissura na Igreja Católica com propostas pastorais que negam, ao menos na prática e talvez em princípio, a doutrina de Nosso Senhor Jesus Cristo a respeito da castidade e da indissolubilidade do matrimônio.

Nota-se com angústia que o modelo casto e fecundo da família ensinado pelo Evangelho está em risco.

Ante as perplexidades que por toda parte têm surgido no povo católico a propósito de fatos  tão inusitados, um grupo de leigos católicos e de associações pró-vida preocupados – entre elas o Instituto Plinio Corrêa de Oliveira – se reuniram para dirigir  uma súplica ao Papa Francisco.

Diz a Filial Súplica: “Observamos uma desorientação generalizada, causada pela possibilidade de que se tenha aberto no seio da Igreja uma brecha que permite a aceitação do adultério – mediante a admissão à Eucaristia de casais divorciados recasados civilmente – e até mesmo uma virtual aceitação das próprias uniões homossexuais”.

E prossegue: “Nesta situação uma palavra esclarecedora de Vossa Santidade será a única via capaz de superar a crescente confusão entre os fiéis […] Esta palavra, Santo Padre, nós Vo-la imploramos […] certos de que ela não poderá jamais dissociar a prática pastoral do ensino legado por Jesus Cristo”, o Qual “nos ensinou com toda a clareza a coerência que deve existir entre a verdade e a vida”.

O Sumo Pontífice atenderá a uma súplica feita com tanto respeito, tanta veneração pelo Papado, e ao mesmo tempo tão justa e tão fundamentalmente católica no que pede?

É o que ansiosamente esperamos. Uma palavra do Vigário de Cristo tem grande poder: “Pela tarde, apresentaram a Jesus muitos possessos de demônios. Com uma palavra expulsou Ele os espíritos” (Mt 8,16).

Para os que desejarem assinar a Súplica: http://ipco.org.br/ipco/noticias/sinodo-da-familia-abaixo-assinado-filial-suplica-papa-francisco#.VKyIDuk5DDc

____________________
Gregorio Vivanco Lopes é advogado e colaborador da Agência Boa Imprensa (ABIM)

3 comentários para O Papa atenderá à súplica?

  1. Adriano Moreira da Fonseca Neto Responder

    1 de fevereiro de 2015 à 0:49

    Desorientação esta, causada pelo próprio pontífice desde a sua eleição.
    Depositar filial e única esperança no Papa Francisco é no mínimo não entender sua posição clara e intencional de confundir o próprio rebanho.

    Definitivamente, ele não se posicionará de forma clara no Sínodo sobre a família em outubro de 2015; gerando mais confusão entre todos os católicos.
    Nesse momento, somente as correntes mais revolucionárias aplaudem e apoiam as iniciativas e as declarações do papa atual.

    Para os conservadores e tradicionalistas resta apenas o enfrentamento, a denúncia, a luta contra aquele(es) que insiste(em) a todo custo destruir a obra de Nosso Senhor Jesus Cristo na Terra.

    Adriano Moreira da Fonseca Neto

  2. Ignacio Barandiarán Responder

    1 de fevereiro de 2015 à 15:29

    Me sorprende que ustedes llamen “Papa” a un hereje público y notorio como Bergoglio!

  3. Luiz Andrada Responder

    3 de fevereiro de 2015 à 0:07

    As forças progressistas querem transformar a Santa Igreja Católica Apostólica Romana numa ONG assistencialista, num retiro amigável entre membros das mais variadas falsas religiões, numa ONG pacifista e, com vistas ao Sínodo da Família, numa “igreja” protestante.

    Por que digo isso? Porque o protestantismo oferece exatamente o que “católicos” progressistas desejam. Eu o sei por experiência de quase uma década entre batistas e presbiterianos. Querem casar, divorciar, casar, divorciar, vezes sem fim? Procurem uma seita protestante, pois isso não é problema entre eles. Querem usar pílulas anticoncepcionais com ação abortiva, ou usar preservativos? Procurem uma seita protestante, pois eles usam à vontade. Querem “casar” homem com homem, ou mulher com mulher? Procurem uma seita protestante, pois há inúmeras “igrejas” realizando tais “casamentos” (veja aqui, e aguarde algumas fotos aberrantes que aparecerão no topo do site dessa seita).

    O que me deixa perplexo é por qual razão os progressistas no seio da Igreja Católica não vão logo, em debandada, para as seitas protestantes. Isso eu não compreendo. Eles querem viver como protestantes dentro da Igreja Católica.

    Luiz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *