Pinheiro natalino empolga alemães

No Natal, 88% dos alemães enfeitam suas casas com um pinheirinho. Eles gastam mais de 1,5 bilhão de reais em mais de 28 milhões de árvores tiradas de 38 mil hectares plantados para este fim — informou a Deutsche Welle. Muitas famílias derrubam a própria árvore. A variedade preferida é abeto do Cáucaso. A tradição de enfeitar árvores no Natal provém da Idade Média. A cidadezinha alsaciana de Sélestat é uma das que reivindicam a paternidade da tradição, segundo a qual, numa noite de Natal, o imperador Carlos Magno pernoitou na localidade e mandou ornar uma árvore para comemorar o nascimento do Menino-Deus. A partir de então, Sélestat instala solenemente uma árvore natalina na sua igreja principal.
(Agência Boa Imprensa – ABIM)