Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

“Reis” republicanos?

Democracia

Frederico Hosanan Sitonio 

Nas últimas décadas, presidentes de vários países republicanos passaram a pleitear a reeleição indefinida para o cargo que ocupam. Quando necessário, eles chegam até a alterar a Constituição de seus respectivos países — ou a recorrer ao Judiciário, cujos integrantes das mais altas cortes são normalmente escolhidos por eles — para tentar perpetuar-se no Poder.

Neste sentido, a Suprema Corte da Bolívia autorizou há pouco Evo Morales a concorrer ao seu quarto mandato. Somado aos anteriores, serão 19 anos de reinado, digo, de presidência.

Isso não obstante 51% dos votantes daquele país lhe terem negado, no plebiscito de janeiro de 2016, a possibilidade de reeleição. A decisão da Suprema Corte boliviana é um exemplo de judicialização da política, uma nova forma de impor “democraticamente”, goela abaixo, o que foi rejeitado democraticamente.

Com isso, fica suficientemente exposta a manipulação do sistema republicano. Os que defendem essa reeleição indefinida não querem os Reis de antigamente, cujos governos são hereditários e avessos às demagogias, mas querem aventureiros que sequestram o Estado pelo tempo que for conveniente à ideologia que defendem.

Tais manobras jurídico-políticas visam levar os países onde são praticadas a uma situação análoga à da Venezuela de Hugo Chávez e de seu “delfim” Nicolás Maduro, cuja meta é Cuba, sequestrada por Fidel Castro, que passou o poder ao seu irmão Raul; ou então a Coreia do Norte, com três gerações de tiranos no poder, de pai para filho; ou ainda a Rússia, onde Putin tem a pretensão de tornar-se um novo “czar”…

Ou seja, será uma caricatura grotesca da forma de governo monárquica que eles tanto detestam. A corrupção da Monarquia, segundo Santo Tomás, tem um nome: Tirania.

____________

Fonte: Revista Catolicismo, Nº 805, janeiro/2018.

3 comentários para “Reis” republicanos?

  1. Nelson Fragelli Responder

    12 de Janeiro de 2018 à 11:07

    Sao Tomas protegeu o Brasil, pois a coroa forjada por Lula foi despedaçada nas ruas sob os pés de milhões de brasileiros. Um tiranete não coroado.

  2. Luiz Guilherme Winther de Castro Responder

    12 de Janeiro de 2018 à 14:34

    Excelente e realista o texto. Li certa vez uma frase que atribuíram a Napoleão Bonaparte. Dizia ele que os homens lutam com muito mais bravura pelos seus interesses que pelos seus ideais.
    É preciso cuidado para não generalizar, mas que acontece, não há dúvida alguma.
    O pior, é que o discurso demagógico dessa gente consegue iludir os incautos, os mais simples e de pouca cultura.

  3. MARIO HECKSHER Responder

    13 de Janeiro de 2018 à 0:32

    Artigo pequeno mas correto, que mostra a nova maneira de impor a tirania. Só não aconteceu no Brasil porque a esquerda tupiniquim não conseguiu cooptar as Forças Armadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *