Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

“Ruído de sabres nucleares” russos denunciado pela OTAN

Revista Catolicismo, Nº 776, agosto/2015

Philip HammondO secretário para as Relações Exteriores da Inglaterra, Philip Hammond, aventou a hipótese de instalar mísseis nucleares americanos em seu território em resposta à movimentação de mísseis atômicos por parte da Rússia. Putin respondeu que a Rússia apontaria suas armas nucleares contra a OTAN. O presidente Obama, que habitualmente adota as posições menos categóricas do momento, acusou Vladimir Putin de “procurar fazer renascer a glória passada da URSS, arriscando arruinar a economia de seu país”. O líder russo anunciou que “neste ano serão implantados mais de 40 novos mísseis balísticos intercontinentais, capazes de burlar os sistemas de defesa antiaéreos mais sofisticados”. Para a OTAN, há “ruído de sabres nucleares” na Europa Central.

1 comentário para “Ruído de sabres nucleares” russos denunciado pela OTAN

  1. Marcos Costa Responder

    11 de agosto de 2015 à 12:26

    Perguntar não ofende: esse Putin mais parece um novo Hitler levantando na Russia a miragem de uma potência. E se o Ocidente ainda continua nessa politica de concessão (veja o que se passa na invasão da Ucrania) realmente a Russia voltará a ser uma potência de PAPEL.
    Não posso concordar com Obama: A Russia nunca foi uma potência no seculo XX, tanto é que caiu como uma fruta podre cai da árvore.
    Ainda é tempo da OTAN, dos EUA e da Europa acordarem.
    Putin não é a Russia.
    Aos insolentes se reponde com a linguagem da força.
    Mac Hado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *