Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Sacralização da Cavalaria

Plinio Corrêa de Oliveira

No dia 31 deste mês, a Santa Igreja celebra a festa de Santo Inácio de Loyola. Em memória dessa significativa data, reproduzimos a seguir um comentário de Plinio Corrêa de Oliveira (em conferência proferida em 30-7-66) sobre o fundador dos jesuítas, em especial sobre o aspecto militar de sua obra, a Companhia de Jesus.

 

Santo Inácio“Santo Inácio de Loyola desejou fundar uma cavalaria que se opusesse à degradação da Cavalaria, como esta se encontrava em sua época no século XVI. Ele desejou a restauração da idéia de luta pelo Rei Sagrado contra o herege, seu adversário. Era a volta da sacralização da Cavalaria. Essa foi a idéia de Santo Inácio: uma arqui-sublimação da Cavalaria. Por isso ele concebeu sua ordem religiosa em termos militares. Ou seja, uma Companhia (que naquele tempo queria dizer exército), um exército de Jesus, no qual o chefe era um general — o Geral, que manda em tudo e opera como um general, com uma hierarquia militar e com uma obediência militar. O estilo de ação de seu apostolado era militante, combativo e guerreiro. Daí vermos que a Companhia de Jesus foi muito guerreira e muito guerreada, e viveu como uma verdadeira Ordem de Cavalaria”.

3 comentários para Sacralização da Cavalaria

  1. Marcos Costa Responder

    31 de julho de 2015 à 12:13

    Não sabia que essa era a idéia de Santo Inacio: uma Cavalaria sacralizada em Defesa de Nosso Senhora. Precisamos divulgar essa idéia, acho necessária para solucionar a crise desse mundo moderno. Infelizmente, como os atuais jesuitas se afastaram desse ideal. MCosta

  2. NEREU AUGUSTO TADEU DE GANTER PEPLOW Responder

    31 de julho de 2015 à 14:47

    Bela combinação: religiosidade, disciplina, hierarquia, tudo direcionado ao Bem.

  3. Ignacio Barandiarán Responder

    31 de julho de 2015 à 18:46

    Sím señor,”mano militari”, de otra forma no tem jeito de por ordem no caos mundial!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *