Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

São Francisco de Assis: um culto católico pobre, simples e sem pompa?

Leo Daniele

Afresco de São Francisco de Assis em Subiaco (Itália)

Afresco de São Francisco de Assis em Subiaco (Itália)

Alguém dirá: Já sei! É isso mesmo! Já peguei o sentido de seu artigo só pelo título.

Mas ao caro leitor inimigo da pompa: prepare-se para um susto! São Francisco de Assis defende exatamente o contrário, e com que ênfase!

De uma carta enviada por ele a todos os Superiores dos Frades Menores:

“A todos os Custódios dos frades menores que receberem esta carta, Frei Francisco, pequenino servo vosso em Deus Nosso Senhor, deseja a salvação com os novos sinais do Céu e da Terra, que, grandes excelentíssimos aos olhos do Senhor, são contudo tidos em conta de vulgares por muitos religiosos e outros homens. Peço-vos ainda com mais insistência do que se pedisse por mim mesmo, supliquei humildemente aos clérigos, todas as vezes que o julgueis oportuno e útil, que prestem a mais profunda reverência ao Santíssimo Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo bem como, a seus santos nomes e palavras escritos, que tornam presente o seu Sagrado Corpo. Os cálices e corporais que usam, os ornamentos do altar, enfim tudo quanto se relaciona com o sacrifício, sejam de execução preciosa. E se em alguma parte o Corpo do Senhor estiver sendo conservado muito pobremente, reponham-no em lugar ricamente Afresco de São Francisco de Assis em Subiaco (Itália)adornado e ali o guardem cuidadosamente encerrado segundo as determinações da Igreja, levem-no sempre com grande respeito e ministrem-no com muita discrição. Igualmente os nomes e palavras escritos do Senhor deverão ser recolhidos, se encontrados em algum lugar imundo, e colocados em lugar decente. E em todas as pregações que fizerdes, exortai o povo à penitência e dizei-lhe que ninguém pode salvar-se se não receber o Santíssimo Corpo e Sangue do Senhor. E quando o sacerdote o oferecer em sacrifício sobre o altar, e aonde quer que o leve, todo o povo dobre os joelhos e renda louvor, honra e glória ao Senhor Deus vivo e verdadeiro. Anunciai e pregai a todo o povo o seu louvor, de modo que a toda hora, ao dobre dos sinos, o povo todo, no mundo inteiro, renda sempre graças e louvores ao Deus onipotente. E todos os meus Irmãos custódios que receberem esta carta e a copiarem e guardarem consigo e a fizerem copiar para os Irmãos incumbidos da pregação e do cuidado dos Irmãos, e pregarem até o fim o que nela está escrito, saibam que terão a bênção do Senhor Deus e a minha. E isto lhes seja imposto em virtude da verdadeira e santa obediência. Amém.”(*)

Afresco de São Francisco de Assis em Subiaco (Itália)

Igreja de São Francisco de Assis, Rio de Janeiro [Foto PRC]

Termino como comecei: São Francisco de Assis — o poverello, o amante da natureza, o modesto, o simples — recomenda, em nome da obediência, que os altares sejam ricamente adornados nas celebrações da Igreja.

Haveria aí alguma contradição? Caso assim lhe pareça, escreva-nos por favor. Guardaremos seu anonimato, se preferir.

Louvemos o grande São Francisco, pobre para si mesmo, mas propugnador de lugar “ricamente adornado” para Nosso Senhor!

_____________
(*) Cfr. “Cartas de São Francisco de Assis”, edição digital INTRATEXT 

 

2 comentários para São Francisco de Assis: um culto católico pobre, simples e sem pompa?

  1. Francisco Responder

    12 de fevereiro de 2015 à 18:58

    Lindas palavras de Francisco que era santo.

  2. online job vacancies work from home Responder

    13 de outubro de 2018 à 10:28

    Excellent ѕite. A lot of usefuⅼ information here.
    I am ѕending it to a few friendѕ ans additiߋnally sharing in delicious.
    And naturally, thanks to youг effort!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *