Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

SÃO MIGUEL ARCANJO

Plinio Corrêa de Oliveira

São Miguel ArcanjoGloriosíssimo Príncipe dos Exércitos Celestes

Modelo dos que combatem sob o estandarte da Cruz

 

Em memorável artigo estampado na edição de setembro de 1951, da revista Catolicismo, o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira descrevia o Arcanjo São Miguel como modelo de várias virtudes. Por exemplo, a humildade e o espírito hierárquico. Apresenta o destemido Arcanjo como modelo de combatividade, virtude sobremaneira esquecida em nossa época relativista, atolada num  pacifismo entreguista. Segue um trecho do artigo.

*       *       *

 

“No dia 29 do corrente, a Santa Igreja celebrará a festa de São Miguel Arcanjo. Outrora, esta data era muito vivamente assinalada na piedade dos fiéis. Hoje em dia, infelizmente, poucos são os que a tomam como ocasião especial para tributar culto ao Príncipe da Milícia Celeste. Entretanto, como veremos, o culto de São Miguel, atual para todos os povos em todos os tempos, tem títulos muito especiais para ser praticado com particular fervor em nossos dias”.

“São Miguel é o modelo do guerreiro cristão, pela fortaleza de que deu prova atirando ao inferno as legiões de espíritos malditos. É ele o guerreiro de Deus, que não tolera que em sua presença a Majestade divina seja contestada ou ofendida, e que está pronto a empunhar a qualquer momento o gládio, a fim de esmagar os inimigos do Altíssimo. Ensina-nos ele que não basta ao católico proceder bem: é seu dever combater também o mal. E não apenas um mal abstrato, mas o mal enquanto existente nos ímpios e pecadores. Pois São Miguel não atirou ao inferno o mal enquanto um princípio, uma mera concepção da inteligência, e nem princípios e concepções são suscetíveis de serem queimadas pelo fogo eterno. Foi a Lúcifer e a seus sequazes que ele atirou no inferno, pois odiou o mal enquanto existente neles e amado por eles.

“Vivemos em um tempo de profundo liberalismo religioso. Poucos são os cristãos que têm ideia de que pertencem a uma Igreja militante, tão militante na Terra quanto militantes foram no Céu São Miguel e os Anjos fiéis. Também nós devemos saber esmagar a insolência da impiedade. Também nós devemos opor uma resistência tenaz ao adversário, atacá-lo e reduzi-lo à impotência.

“São Miguel, nesta luta, não deve ser apenas nosso modelo, mas nosso auxílio. A luta entre São Miguel e Lúcifer não cessou, mas se estende ao longo dos séculos. Ele auxilia todos os cristãos nos combates que empreendem contra o poder das trevas.”

3 comentários para SÃO MIGUEL ARCANJO

  1. Mario Hecksher Responder

    28 de setembro de 2015 à 10:54

    São Miguel Arcanjo, GRANDE EXEMPLO, é o Padroeiro dos paraquedistas militares brasileiros, os guerreiros alados.
    Inspirados em São Miguel, estaremos sempre prontos a combater o mal que assola a nossa Pátria!
    BRASIL ACIMA DE TUDO!

  2. Marcos Costa Responder

    28 de setembro de 2015 à 23:05

    Destaco esse paragrafo do artigo acima citado:

    “Ensina-nos ele (Sao Miguel) que não basta ao católico proceder bem: é seu dever combater também o mal. E não apenas um mal abstrato, mas o mal enquanto existente nos ímpios e pecadores.”

    Vejamos o mal como ele se apresenta ao brasileiro neste 2015:
    — o direito de propriedade violentado em muitos pontos do territorio nacional — MST, uma verdadeira guerrilha rural;
    — a agenda homossexual impondo seus desenfreados instintos, alterando ou tentanto alterar a Lei;
    — a honra do nosso Brasil atirada ao solo por tantos na classe politica, nos ambientes artisticos e culturais;
    — a decadencia do nosso Clero Catolico que em grande parte tem receio de ensinar a doutrina verdadeira.
    — a teologia da libertacao, o CIMI, a CNBB impulsionando a esquerda.

    Saibamos fazer o bem, saibamos tambem — como ensina neste artigo o Prof Plinio Correa de Oliveira — denunciar e combater o mal.
    Costa Marques

  3. NEREU AUGUSTO TADEU DE GANTER PEPLOW Responder

    28 de setembro de 2016 à 16:19

    vou passar a invocar mais frequentemente São Miguel Arcanjo em específico. Invoco “meus” (vários) anjos da guarda, mas vou passar a invocar São Miguel, como disse, especificamente. São Miguel é, realmente, humildade, hierarquia e destemor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *