Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

São Pio X increpa jornais que “oferecem incenso aos ídolos do momento”

Agência Boa Imprensa

São Pio X“Como se poderão aprovar certos jornais que se cobrem com a etiqueta de católicos apenas porque, de vez em quando, relatam as audiências pontifícias ou as notas vaticanas e que, entretanto, não somente não dizem nunca uma palavra sobre a liberdade e a independência da Igreja, mas simulam mesmo não perceber a guerra contínua que lhe é feita? Jornais que não só não combatem os erros que desencaminham a sociedade, mas também acrescentam sua contribuição à confusão das ideias e das máximas estranhas à ortodoxia, que oferecem incenso aos ídolos do momento, elogiam livros, empreendimentos e homens nefastos à Religião?

“Lastimamos (caso estejam de boa fé) estes pobres iludidos, que acreditam impedir a leitura de jornais maus, substituindo-os por jornais ditos tolerantes, de meias-tintas e incolores, que, sem converter um só de nossos adversários (que os desprezam pela simples aparência de católicos), causam o maior dano aos bons: estes, procurando a luz, encontram as trevas; tendo necessidade de alimento, ingerem veneno; em lugar da verdade e da força para se manterem firmes na Fé, encontram os argumentos para se tornarem, em questão de tal importância, negligentes, apáticos, indiferentes. Ó! Que dano causado à Igreja e às almas por esses jornais.”

_________
Da carta de São Pio X ao Vigário de Casalpusterlengo, em 20 de outubro de 1912, reproduzido em G. QUADROTTA, O Papa, Itália e Guerra, Rava & C Publishers, Milano, 1915, p. 17-18.

2 comentários para São Pio X increpa jornais que “oferecem incenso aos ídolos do momento”

  1. Nilo Fujimoto Responder

    18 de dezembro de 2014 à 13:11

    Parabenizo à ABIM por proporcionar belas, salutares, necessárias e ótimas “pílulas” de verdades esquecidas que corrigem os rumos de nosso ver, julgar e agir. Aproveito o ensejo para desejar um Santo Natal a todos.

  2. Paulo C. Barreto Responder

    18 de dezembro de 2014 à 20:00

    Excelente! Não se pode servir a dois senhores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *