Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Solenidades encerram centenário de Fátima

Cerimônia no Monumento do Ipiranga, pedindo a proteção de Nossa Senhora contra os males que os adversários querem impor ao Brasil por meio da deterioração da família

Cerimônia no Monumento do Ipiranga, pedindo a proteção de Nossa Senhora contra os males que os adversários querem impor ao Brasil por meio da deterioração da família

Eventos comemorativos relembraram os principais acontecimentos vinculados à profética Mensagem de Nossa Senhora de Fátima e a atuação de seu grande apóstolo, o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira

Santiago Laia

A convite do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, membros de TFPs e associações coirmãs — representando 28 países dos cinco continentes — reuniram-se em meados de dezembro último na cidade de São Paulo, para juntos comemorarem o centenário das aparições de Nossa Senhora em Fátima, Portugal, no ano de 1917.

Recitação do terço do rosário, presidido pelo Padre David Francisquini, no Cemitério da Consolação

Recitação do terço do rosário, presidido pelo Padre David Francisquini, no Cemitério da Consolação

Cemitério da Consolação

Recitação do terço do rosário, presidido pelo Padre David Francisquini, no Cemitério da ConsolaçãoNa manhã do dia 13 dezembro, discípulos e admiradores de Plinio Corrêa de Oliveira (1908-1995) reuniram-se junto à sepultura dele no Cemitério da Consolação — no mesmo jazigo onde se encontram também sepultados seus pais, o advogado João Paulo Corrêa de Oliveira e Lucília Ribeiro dos Santos Corrêa de Oliveira — a fim de homenageá-lo pelos 109 anos de seu nascimento.

Recitação do terço do rosário, presidido pelo Padre David Francisquini, no Cemitério da ConsolaçãoO preito ao fundador da TFP constou da recitação de um terço do rosário, presidido pelo Padre David Francisquini, seguida de um momento de silêncio para orações particulares. Estandartes vermelhos e capas com o leão rompante, portados por membros das delegações das TFPs do exterior*, marcaram presença na ocasião, bem como os símbolos do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, que é presidido pelo Dr. Adolpho Lindenberg, primo-irmão do Prof. Plinio.

Missa Pontifical na Igreja do Sagrado Coração de Jesus

Missa Pontifical na Igreja do Sagrado Coração de Jesus

Missa Pontifical

Missa Pontifical na Igreja do Sagrado Coração de JesusÀ tarde foi celebrada uma Missa Pontifical na

S. Exa. Revma. Dom Mathias Tolentino Braga, Abade do Mosteiro de São Bento de São Paulo

igreja do Sagrado Coração de Jesus, por S. Exa. Revma. Dom Mathias Tolentino Braga, Abade do Mosteiro de São Bento de São Paulo [foto à direita]. Uma réplica da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima foi colocada em local de honra. Repleta de discípulos de Plinio Corrêa de Oliveira, a igreja ganhou em pompa com a presença dos estandartes rubros e dourados. Ao término da missa, o coral Cluny entoou o Hino Pontifício acompanhado de clarins e trompetes.

 

Livro sobre Ideologia de Gênero

Missa Pontifical na Igreja do Sagrado Coração de JesusApós a missa foi distribuída aos presentes a recente obra em defesa da instituição familiar — “Ideologia de Gênero: Saiba como defender sua família dessa nova ameaça” — do Padre David Francisquini. Em forma de perguntas e respostas, o autor responde com clareza, prudência e acerto as principais dúvidas dos leitores, no momento em que no Brasil e em muitos outros países se tenta impor tal “ideologia”.

 

No “Nacional Club”

Cenas do jantar no Club Nacional

Cenas do jantar no Club Nacional

O dia se encerrou com um jantar no Nacional Club, com a presença de Dom Mathias Tolentino Braga OSB, do Príncipe Imperial do Brasil D. Bertrand de Orleans e Bragança, do Duque Paul de Oldenburg e seus dois filhos, Kiril e Carlos de Oldenburg, além de membros do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, das TFPs do exterior e das entidades coirmãs.

Ao término do jantar, James Bascom, membro da TFP Americana, dirigiu-se aos presentes Cenas do jantar no Club Nacionalressaltando a importância daquele encontro, lembrando estas palavras do Salmo 132: Quam bonum est et quam jucundum habitare fratres in unum! — Como é bom e agradável os irmãos viverem unidos!

Afirmou ainda: “Quando Plinio Corrêa de Oliveira nasceu, há 109 anos, seus olhos se abriram para uma civilização cristã em avançado estado de apostasia, infidelidade e autodemolição. À medida que a Revolução se infiltrava na Igreja, católicos até então fervorosos passavam a adotar o Cenas do jantar no Club Nacionalespírito do mundo, e as gloriosas instituições da Cristandade de outrora sucumbiam uma após outra ao vírus revolucionário. Teria sido muito fácil para Plinio Corrêa de Oliveira se abster. Na visão de uma alma medíocre, esta seria a atitude ‘prudente’ a tomar. Mas Dr. Plinio sempre procurou ser fiel. Em meio a tanta infidelidade, desonra e apostasia, quis realizar um ato de fidelidade que foi um dos maiores na História da Igreja. Pode-se realmente resumir a sua vida e obra com esta frase memorável: Ele foi um eco fidelíssimo do Supremo Magistério da Igreja”.**

Cenas do jantar no Club NacionalO americano Bascom perguntou ainda qual era a chave para se obter essa fidelidade e união contra-revolucionária, e em seguida esclareceu que ela se encontra na confiança em Nossa Senhora, de modo especial na mensagem de Fátima, cujo centésimo aniversário então se celebrava. Lembrou palavras do próprio Dr. Plinio: “Confio em Nossa Senhora, e essa confiança não será decepcionada. Vamos para frente com passo resoluto, firme e seguro! Olhos voltados para o Céu e terço na mão. A vitória será nossa!”.

Representando os mais jovens, Stanislaw Sadlowski, membro da delegação da TFP polonesa, considerou ser muito expressivo o número de jovens aderentes à família de almas dos discípulos de Plinio Corrêa de Oliveira, desde a longínqua Filipinas, passando pela Europa, África do Sul, América do Norte e América Latina.

 

Conferências sobre Fátima Dr. Caio Vidigal Xavier da Silveira, presidente da Fédération Pro Europa Christiana e da TFP francesa, abriu a série de conferências sobre Fátima e sua Mensagem

Coube ao Dr. Caio Vidigal Xavier da Silveira [foto ao lado], presidente da Fédération Pro Europa Christiana e da TFP Francesa, abrir a série de conferências sobre Fátima e sua Mensagem, que se realizaram nos dias 14 e 15 de dezembro no auditório do Hotel Pestana, no Jardim Paulista. Salientou o orador que, depois da vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo à Terra, nunca na história dos justos os bons jogaram com cartas marcadas, como hoje; pois a própria Mãe de Deus afirmou que depois dos castigos, em meio a todas as tempestades, Seu Imaculado Coração triunfará!

“A Mensagem de Fátima, um crucialDr. Adolpho Lindenberg, presidente do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, durante uma das conferências acontecimento na história do século XX”, foi a primeira conferência, na qual o Dr. Nelson Ribeiro Fragelli mostrou que, antes das “aparições d’Aquela que haveria de ser conhecida como uma Senhora mais brilhante que o sol”, estava em curso uma verdadeira perseguição religiosa contra os católicos em Portugal. A dissolução dos costumes, a perseguição aos sacerdotes e às ordens religiosas, o fechamento de igrejas, mosteiros e escolas católicas, todas eram consequências das concepções ateias do socialismo, que já se alastrava pelo mundo.

O ciclo de exposições foi encerrado brilhantemente pelo Dr. Antonio Augusto Borelli Machado

Na segunda conferência, o estudioso chileno José Antonio Ureta, pesquisador da TFP francesa, deu continuidade à exposição anterior, mostrando que a situação religiosa em Portugal se encontrava totalmente minada pelas ideias heréticas dos modernistas, infiltrados em altos escalões eclesiásticos do mundo católico.

Nas duas conferências seguintes, João Gabriel Suhett, voluntário da TFP Francesa, discorreu sobre “O Imaculado Coração de Maria”; e Samuele Maniscalco, da TFP italiana, sobre “Plinio Corrêa de Oliveira – Profeta e Apóstolo de Fátima”.

Guilherme Martins, membro do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, mostrou que Nossa Senhora exerceu ação profunda nas almas dos três pastorinhos de Fátima. E concluiu que da mesma forma a Mãe de Deus concederá muitas graças aos católicos fiéis ao Seu Imaculado Coração, para que construam o reino de Maria.

O ciclo de exposições foi encerrado brilhantemente pelo Dr. Antonio Augusto Borelli MachadoO ciclo de exposições foi encerrado brilhantemente pelo Dr. Antonio Augusto Borelli Machado [foto acima à esquerda], fatimista conhecido em todo o mundo por seu trabalho completo sobre as aparições de Nossa Senhora em Fátima aos três pastorinhos. Salientou que o núcleo da Mensagem de Fátima é um apelo à conversão dos homens de nosso tempo, que se afastaram da Lei de Deus expressa nos Dez Mandamentos. Em consequência desse afastamento, paira sobre a humanidade a ameaça de um castigo devastador, anunciado por Nossa Senhora em 1917: “Várias nações seriam aniquiladas”. É o que acontecerá, se os homens não atenderem ao veemente apelo de conversão e penitência. É consolador, no entanto, sabermos que o Imaculado Coração de Maria triunfará, conforme prometido pela própria Virgem Santíssima em Fátima.

 

Campanha na Avenida Paulista, em São Paulo

Campanha na Avenida Paulista, em São Paulo

Ideologia de Gênero: Não, Não e Não!

Campanha na Avenida Paulista, em São PauloA Avenida Paulista é conhecida como o grande centro comercial e econômico do Brasil, mas também como palco de manifestações de todos os naipes, inclusive dos adversários da família. Foi ali que membros e cooperadores do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, da TFP e de outras diversas entidades coirmãs, com seus estandartes tremulando junto aos arranha-céus, circularam pelos principais cruzamentos, numa campanha enérgica, ordeira e pacífica contra a malfadada Ideologia de Gênero. A manifestação era parte de uma campanha internacional advertindo para o perigo dessa ação contra a família. Folhetos informativos foram distribuídos largamente, informando sobre o abaixo-assinado em que o Instituto Plinio Corrêa de Oliveira pede ao Presidente Michel Temer que a Ideologia de Gênero permaneça fora da Base Nacional Comum Curricular e de qualquer outra proposta legislativa. Muitos manifestantes se dedicavam a esclarecer os transeuntes sobre o objetivo da campanha, convidando-os a participar.

Campanha na Avenida Paulista, em São PauloCentenário de FátimaHinos marianos e patrióticos foram entoados pelos participantes, acompanhados pela banda da TFP Americana. Numerosas manifestações pessoais e de grupos indicavam adesão irrestrita à campanha. Não surpreendeu também a presença de integrantes do movimento homossexual. Ao contrário do respeito e cordialidade do grande público, estes bradavam palavrões impublicáveis, partindo por vezes para agressões. Querem tolerância para eles, mas não toleram os que se opõem à sua ação demolidora.

Após duas horas de campanha na Av. Paulista, os membros e cooperadores do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira e entidades coirmãs reuniram-se junto ao Museu de Arte de São Paulo, MASP. Nesse momento, um magote de agitadores do movimento homossexual, gritando slogans de agitadores e palavras de baixo calão, e descompondo-se em gestos obscenos, tentou inutilmente prejudicar a campanha.

Campanha na Avenida Paulista, em São PauloÀs 18:00h, após a recitação do Angelus dirigido pelo Padre David Francisquini, a manifestação foi encerrada com a proclamação dos princípios cristãos estabelecidos por Deus no instituto da família, na Lei Natural e na Lei Divina, valores pelos quais todo católico deve pugnar.

 

Ipiranga

Ato no Monumento do Ipiranga

Na manhã do dia 16 de dezembro, as comemorações prosseguiram junto ao Monumento do Ipiranga, local histórico da proclamação da Independência do Brasil por Dom Pedro I. Dispostos nas escadarias do Monumento, os participantes do encontro — tendo ao centro uma imagem de Nossa Senhora de Fátima, além de estandartes das TFPs do exterior e do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira — rezaram a Deus e a Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, pedindo proteção contra os males que os adversários querem impor ao nosso País por meio da corrupção da família. E assim estava formado o quadro para uma foto oficial do memorável encontro.

 

Apóstolo de Fátima

Medalhão comemorativo do Centenário de Fátima, oferecido aos participantes

Medalhão comemorativo do Centenário de Fátima, oferecido aos participantes

Encerrando a série dos atos comemorativos, na tarde do mesmo dia foram apresentados dois audiovisuais no Hotel Pestana.

No primeiro deles — “Fátima e Plinio Corrêa de Oliveira, um vínculo de 100 anos” — foi relatada a luta travada pelo Dr. Plinio para tornar conhecidas no mundo inteiro as revelações de Fátima, despertando assim as consciências e visando uma reação católica contra os ardis revolucionários.

Uma das grandes iniciativas dele foi o empenho em divulgar o livro “Fátima: Mensagem de tragédia e de esperança”, de autoria do Dr. Antonio Augusto Borelli Machado, reconhecido por diversas autoridades como referência internacional sobre o tema. Essa obra já ultrapassou a tiragem de cinco milhões de exemplares, somando 250 edições em 15 línguas.

Cingimo-nos a este exemplo, pois a atuação de Plinio Corrêa de Oliveira em prol da divulgação da Mensagem de Fátima, assim como o seu empenho em engajar os seus discípulos em tal difusão, não pode ser narrada nos limites de um artigo, já que com todo propósito ele é considerado o maior apóstolo de Fátima.

Centenário de Fátima

A marcha da Contra-Revolução

Voltamos agora dois anos atrás, ao dia 3 de outubro 2015, quando membros do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira, entidades coirmãs e TFPs do exterior desfilaram na capital paulista com seus estandartes. Qual foi a atuação dessas entidades desde então?

Esta pergunta foi respondida no segundo audiovisual, que versou sobre as principais atividades promovidas em 28 nações. No que concerne ao centenário de Fátima, um só exemplo: Pelo impulso dessas entidades foram distribuídos 4.088.710 terços em todo o mundo. Com que objetivo? O de bradar fidelidade no momento da apostasia, o de permanecer de pé quando tantos se dobram diante do mal que parece triunfar.

Ao encerrarmos o elenco dos atos realizados em comemoração do centenário de Fátima, não poderíamos deixar de render um preito filial de devotamento e de confiança à Rainha do Céu e da Terra. Agradecemos a Ela, sob a invocação de Fátima, a expansão da família de almas e discípulos de Plinio Corrêa de Oliveira, ao mesmo tempo que pedimos forças para enfrentarmos as dificuldades que se avolumam, as tragédias que se abatem sobre a Santa Igreja e sobre o que resta de civilização cristã.

 

“Chave de ouro” das comemorações

Centenário de FátimaCoroando a série de eventos comemorativos do Centenário de Fátima, o Instituto Plinio Corrêa de Oliveira recebeu em sua Sede social em São Paulo, nos dias 22 e 23 de dezembro, a visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima, que em 1972 verteu lágrimas em Nova Orleans (EUA). Uma vigília contínua de orações [foto ao lado] foi promovida durante a permanência da Sagrada Imagem.

Tão augusta visita confirmou uma vez mais as palavras de Plinio Corrêa de Oliveira por ocasião da primeira visita ao Brasil dessa milagrosa imagem, no ano de 1973. A Santíssima Virgem, pela sua expressão, como que afirmaria: “Vossa Mãe está aqui: Vossa Rainha está aqui. Estarei convosco. Eu quis vir visitar-vos antes da luta, para vos indicar que estarei convosco na luta. Eu farei acontecer coisas imprevisíveis”. Que assim seja!

____________

(*) Os estandartes e as capas rubras portadas por alguns dos presentes nos eventos comemorativos dos 100 anos da Mensagem de Nossa Senhora em Fátima são símbolos das associações estrangeiras a que se filiam, e não de entidade brasileira.

(**) Refere-se à carta do Prefeito da Sagrada Congregação dos Seminários e Universidades, Cardeal Giuseppe Pizzardo, em 2-12-1964, que qualificou o livro de Plinio Corrêa de Oliveira, A liberdade da Igreja no Estado comunista, como “eco fidelíssimo de todos os documentos do Supremo Magistério da Igreja”.

1 comentário para Solenidades encerram centenário de Fátima

  1. Carlos Laia Responder

    13 de Fevereiro de 2018 à 21:44

    Viva a TFP, viva Plínio Corrêa de Oliveira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *