Zimbábue: Reforma agrária, fome, ditadura e genocídio

O Zimbábue, sob a atual ditadura socialista, envereda para o genocídio, denunciou o Catholic Information Service for Africa (CISA). A China está armando o ditador Mugabe, que perdeu as eleições presidenciais em primeiro turno e mobilizou os “veteranos de guerra” — agitadores equivalentes aos militantes do MST brasileiro — com vistas a organizar violências que incluem torturas e humilhações, a fim de silenciar os opositores. Ele visa também extinguir os últimos fazendeiros brancos que ficaram no país A reforma agrária zimbabuana, em boa medida inspirada na brasileira, jogou a nação africana na fome e na miséria. A inflação supera 100.000% anuais. O governo é o único que dispõe dos alimentos, e os distribui para seus fiéis, sonegando-os para os não-simpatizantes. (Agência Boa Imprensa – ABIM)