A Rússia produzindo vacina, mas não é vídeo de terror

Anastásia Vassilieva: “Há violação das normas internacionais, para atender às ambições geopolíticas do presidente [Putin]”

Nas redes sociais russas, vídeos exibem cadáveres empilhados nas casas de saúde. Ambulâncias giram durante horas até achar leitos para os doentes.

Na produção da vacina “há violação das normas internacionais, para atender às ambições geopolíticas do presidente” — denunciou Anastásia Vassilieva, chefe do sindicato Aliança dos Médicos. Moscou afirma ter encomendas do Brasil, mas o biólogo italiano Enrico Bucci contesta na revista médica The Lancet a eficácia dessas vacinas.

A desconfiança popular é tamanha, que não se sabe se o Kremlin conseguirá implantar a vacinação obrigatória.

Anastásia advertiu: “Os professores foram ameaçados de perder seus cargos, se não aceitarem ser vacinados”. Entretanto, o próprio Putin recusou ser vacinado. Se a vacina russa é segura, bem que ele poderia dar o exemplo…