Na Espanha, o mistério do “cavaleiro verde”

A história de um cavaleiro espanhol, que há nove séculos lutou na Terra Santa, ganhou o Prêmio Narrativo da Cidade de Logroño. Chamava-se Sancho Martín, mas por suas cores e os chifres de cervo no capacete, os turcos apelidaram-no “Cavaleiro Verde”.

Ninguém sabe quem foi. Chegou à Terra Santa quando tudo parecia perdido, e derrotou Saladino nas portas de Tiro. Quando este voltou a atacar, e soube que a figura verde saía a campo, quis falar com ela. Saladino lhe prometeu um cavalo, ouro e prata, ofereceu-lhe grandes terras e uma filha em casamento. “Ele respondeu que não viera morar com sarracenos, mas envidar todos os seus esforços para destruí-los e prejudicá-los ao máximo”.

Sancho Martín venceu mais uma vez, em seguida desapareceu da face da terra. Entrou na história sem procurar nada para si, dando tudo por Jesus Cristo e pela libertação do Santo Sepulcro.