Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

ECUMENISMO — Religião dos mediocratas

Plinio Corrêa de Oliveira

Ecumenismo

O ecumenismo, com a infatigável e vã tagarelagem de seu diálogo, é bem a religião dos mediocratas. Uma espécie de seguro, ou de resseguro, para a vida e para a morte, mediante o qual todas as religiões são solicitadas a dizer em coro que indiferentemente, em qualquer delas, os homens podem alcançar para sua saúde, seus negocinhos e sua segurança, e mesmo depois da morte, um bom convívio com Deus.

Nesta perspectiva, parece que a Deus é indiferente a que se siga qualquer religião. Pode-se até blasfemar contra Ele e persegui-Lo. Pode-se até negá-Lo. Ele é indiferente a todos os atos dos homens. Olimpicamente indiferente. Ecumenicamente indiferente. Como aliás os medíocres, por sua vez, tenham eles ou não algum Crucifixo, algum Buda de louça ou de cerâmica, ou algum amuleto nos locais em que dormem ou em que trabalham, são olimpicamente indiferentes a Deus.

Na atmosfera relativista dos paraísos cubiculares mediocráticos, Deus é — segundo o brocardo italiano — um ente “con il quale o senza il quale, il mondo va tale quale” [com o qual ou sem o qual, o mundo vai tal qual].

Nesta perspectiva também, Deus pagaria aos homens na mesma moeda. Poder-se-ia então dizer que a humanidade é, para Ele, o formigueiro (ou nó de víboras?) “con il quale o senza il quale, Iddio [o Senhor Deus] va tale quale”.

*       *       *

A mediocracia e o indiferentismo religioso são corolários um do outro. Como também, por sua vez, esse indiferentismo não é senão uma forma de ateísmo. O ateísmo dos que, mais radicais (em certo sentido) do que os próprios ateus convencionais, não tomam Deus a sério. Ao passo que o ateu, se tivesse a evidência de que Deus existe, O odiaria… ou, talvez, O serviria… Mas, em todo caso, O tomaria a sério.

A esse ateísmo ecumênico e relativista corresponde uma específica modalidade de deterioração moral.

_______

Excertos do artigo de Plinio Corrêa de Oliveira, publicado na “Folha de S. Paulo”, em 20 de junho de 1981.

2 comentários para ECUMENISMO — Religião dos mediocratas

  1. Marcos Costa Responder

    3 de fevereiro de 2016 à 10:14

    Muito esclarecedor esse artigo do Prof Plinio Corrêa de Oliveira. Esse ecumenismo que anda por ai é mesmo uma indiferença em relação a Deus, indiferença em relação ao principio de contradição.
    Até se pode perguntar: onde estão os limites para esses católicos modernos (modernistas na realidade, ja condenados por São Pio X) levarem o seu ecumenismo?
    Como seria o ecumenismo com um ateu?
    Como seria o ecumenismo com os blasfemadores, essas seitas de adoração a satanás?
    Ecumenismo é mesmo uma palavra mágica, que opera no subconsciente uma transformação dos católicos em indiferentes — tal qual ensina o Prof Plinio em “Baldeação ideologica inadvertida e Diálogo” —
    Procure na internet e vai achar esse livro esclarecedor
    CostaMarques

  2. ely Responder

    3 de fevereiro de 2016 à 12:17

    Ecumenismo para mim seria todas as religiões chegarem a conclusão de que Deus ( Santíssima Trindade) sempre existiu. Seria seguir os ensinamentos de Jesus e a Eucaristia.Aos encontros deveriam estudar juntos a Tradição; Novo e Velho Testamento. Deveriam entrar em acordo de que Martinho Lutero agiu de forma errônea e não obedeceu os ditames da Igreja Católica, fundada por Cristo tendo um único Papa e seus sucessores são autoridades eclesiástica pois Jesus disse a Pedro que edificasse a Igreja e o inferno não prevalecerá sobre ela. Entendo que a Igreja deve seguir régiamente a Bíblia, o Catecismo, a iniciar do Didaqué e o atual Catecismo bem como acompanhar e obedecer o Código Canônico. A vida civil todos seguem as suas regras ( leis humanas) porque a Igreja não faz ecumenismo e evangelize as outras designações para que não haja tanta diversidade como hoje acontece?. A Igreja Católica não pode se acovardar. Os seus Sacerdotes foram ordenados para serem o próprio Cristo e ensinar as ovelhas desgarradas que a verdade prevalecerá e todos devem obediência ao Evangelho tanto os filhos obedientes como aos desobedientes porque o Protestantismo foi fundado por homens e por isso se encontra várias designações dentro dela enquanto na Igreja Católica ela é una, conforme o Credo dos Apóstolos.Quiçá chegassem a esse entendimento. Agora esse ecumenismo onde todos participam de encontros sem obediência, não tem validade nenhuma. Jesus já está vomitando por ações diversificadas de nossos Sacerdotes, ordenados segundo a Ordem de Melquisedeque. ( Hebreus 5 ( 1-7). Devemos adorar Cristo Crucificado e ser obediente a ELE. 1 Corintos 1 ( 22-26). O resto é demagogia pura. Acordem senhores do Clero para essa verdade. Todos tem o livre arbítrio de escolher bençãos e maldições.(Deuteronômico 27 e 28).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *