A púrpura real, de Davi e Salomão até Cristo e a Igreja

Restos de tecidos tingidos com púrpura real da era dos reis Davi e Salomão foram encontrados em Israel, nas famosas Minas de Cobre do Rei Salomão.

A púrpura, como a desses reis bíblicos, era exclusiva de monarcas e imperadores, mas foi herdada pelo Papa e pelos Cardeais, por serem seus príncipes herdeiros e darem a entender seu desejo de levar o sacrifício pela Igreja Católica até a morte.

Por isso os cardeais são os eleitores do Papa. A púrpura simboliza a disposição de imitar Jesus Cristo até na terrível cena da Flagelação!