Covid-19 reforçou mercado negro do PC cubano

O regime comunista de Cuba promete carne bovina às crianças, mas ela não chega e as famílias a procuram por outros meios.

Nem perto do matadouro de Nueva Paz se consegue comprá-la, pois vai tudo para o mercado negro, dependente da corrupção do Partido Comunista. É punido por lei procurar “carne vermelha”, que vem do roubo, e os ladrões se entrematam para apreendê-la.

As medidas contra a pandemia só pioraram o acesso à carne ilegal. Nos bairros da nomenklatura comunista a carne fresca é levada até a porta da casa por 20 dólares o quilo. Enquanto isso o Ministério da Saúde garante que Cuba é o único país da América Latina e do Caribe que eliminou a desnutrição infantil… Quem acredita?