LOURDES — Graças, milagres e a conformidade com o sofrimento

Lugar abençoado com a fonte de milagres suscitada pela Santíssima Virgem, onde Ela estabeleceu seu Trono, revela especialmente sua bondade e mostra que é nossa Mãe

  • Fonte: Revista Catolicismo, Nº 842, fevereiro/2021

Difusor incansável da devoção à Santa Mãe de Deus, Plinio Corrêa de Oliveira costumava repetir com São Bernardo a máxima “de Maria nunquam satis” (Nunca nos cansamos de Maria). Podemos afirmar também que ‘de Lourdes nunquam satis’, pois jamais se ficará saciado e nunca se dirá o bastante.

Não há palavras suficientes para enaltecer os inúmeros milagres operados em Lourdes — cientificamente comprovados, com grande rigor, por equipes médicas que desmentem qualquer incrédulo. Nem palavras suficientes para falar dos relatos de peregrinos que marram as maravilhas que presenciaram quando lá estiveram e voltaram curados ou reconfortados em seus sofrimentos.

Sendo a festividade de Nossa Senhora de Lourdes a principal celebração marial deste mês, a matéria de capa da edição de Catolicismo [foto acima] expende aspectos diferentes dos já expostos ao longo dos anos na revista. Os leitores encontrarão informações preciosas, convidando-os a percorrer em espírito aqueles benditos lugares às margens do rio Gave, junto aos Pirineus.

Podemos pedir à Imaculada Conceição — título dogmático com que Ela se apresentou a Santa Bernadette na 16ª aparição (25 de março em 1858) — as graças, ou mesmo milagres, de que mais necessitamos neste ano sombrio, pandêmico e carregado de apreensões; mas também de esperanças na intervenção da Divina Providência.

Não nos esqueçamos de rezar também pelo restabelecimento da Igreja e do mundo, abalados pela autodemolidora crise atual. Os pedidos podem ser feitos preferencialmente diante de uma imagem de Nossa Senhora de Lourdes (ou da Imaculada Conceição). Aos que residem na capital paulista, será proveitoso visitar uma imagem muito especial [foto], de acordo com a informação do Prof. Plinio:

“Na igreja do Sagrado Coração de Jesus há uma gruta com uma imagem de Nossa Senhora de Lourdes. Não é uma imagem qualquer, é a própria imagem que era venerada na Basílica de Lourdes, na França, antes da imagem atual, segundo documento guardado na igreja. Portanto, essa imagem constitui um elo entre Lourdes e o Brasil”.

Desejamos a todos uma profícua leitura, com bons frutos para a vida espiritual de cada um. Certamente serão concedidos por intercessão d’Aquela que é fonte de todas as graças, a bondosa medianeira entre Deus e os homens.

______________

Para fazer uma assinatura da revista Catolicismo envie um e-mail para catolicismo@terra.com.br