México é chacoalhado ao despenalizar o aborto

Na noite em que a Suprema Corte de Justiça do México descriminalizou o aborto houve no país um forte terremoto e em vários estados grandes tempestades, calamidades que por sua coincidência no tempo e violência foram atribuídas popularmente ao pecado público cometido pela nação.

“Hoje o México chora e treme. Chove incontrolavelmente e a terra range. Hoje, milhares de bebês foram condenados à morte. Hoje, o México chora por suas filhas e filhos que não nascerão”, dizia uma das mensagens que mais viralizaram nas redes sociais e que provocaram a cólera de políticos e militantes da “cultura da morte”.