Opinião pública boliviana afasta-se de Evo Morales

O governo de Evo Morales se decompõe rapidamente. O influente departamento de Santa Cruz de la Sierra aprovou com 85,9% dos votos [foto] uma autonomia que não visa à independência, mas em boa medida se liberta da influência do presidente esquerdista, sustentado por seu colega venezuelano Hugo Chávez. “O marxismo fracassou”, declarou o governador de Santa Cruz e líder oposicionista Rubén Costas ao diário portenho “La Nación”, referindo-se à ideologia de Morales. Os seguidores de Morales obtiveram apenas 14% dos votos em localidades secundárias. Além de Santa Cruz, mais dois departamentos bolivianos, Pando e Beni, aprovaram análogas autonomias com mais de 82% de apoio popular. (Agência Boa Imprensa)