Opositora de Putin denuncia envenenamento

Karinna Moskalenko (foto), advogada russa que defende opositores de Putin, denunciou que ela e sua família foram envenenadas com mercúrio. A polícia de Estrasburgo, cidade francesa onde reside Karinna, achou restos da substância tóxica no carro familiar. Como estava se sentindo mal, Karinna não viajou a Moscou, onde deveria participar de uma audiência sobre o assassinato da jornalista russa Anna Politkovskaya, que discrepava do governo ditatorial de Putin. Karinna também defende o ex-campeão mundial de xadrez Gary Kasparov, dissidente detido pelo fato de protestar contra o governo, e o industrial Mikhail Khodorkovsky, atualmente confinado na Sibéria. Parece ser mais um caso na longa escalada de eliminações criminosas de dissidentes, praticadas pelo Kremlin, de acordo com o velho esquema da extinta ditadura soviética.

(Agência Boa Imprensa)