Servilismo ideológico, combustível do sofrimento popular

Servilismo ideológico, combustível do sofrimento popular

Em 1927, Julien Benda publicou na França Trahison des clercs, livro controvertido que fez história. Apontava a generalizada traição dos letrados, cegos à realidade, subservientes diante do poder totalitário. Em linguagem mais atual, seriam intelectuais, clérigos, artistas, grandes milionários, cuja ação favorece a servidão comunista. George Orwell os qualificava de esquerda moral: “Os intelectuais são […]